PUBLICIDADE
chiquinho
chiquinho

Rotulagem será obrigatória para mais 11 tipos de vegetais

PUBLICADO DIA: 10/12/2015
POR: Portal Goioerê

A partir do dia 17 de dezembro mais 11 produtos entram na lista do Programa Alimento Rastreado, desenvolvido no Paraná. O programa, que está em sua segunda etapa, exige a rotulagem de frutas, verduras e legumes disponíveis à venda no comércio estadual.

Segundo comenta a Engenheira Agrônoma
Silmara Scheifer Basaglia, da Emater Goioerê, os itens que passam integrar a lista da rotulagem obrigatória neste dezembro são abacaxi, abobrinha, aipim, alface, batata, chuchu, goiaba, mamão, melancia, pepino e pimentão. E comenta que a medida já está em vigor desde dezembro de 2014, para o comércio de laranja, cebola, cenoura, couve-flor, maçã, morango, repolho, banana, tomate e uva.

Rotulagem

Reunião com produtores realizada em agosto já alertou sobre a obrigatoriedade da rotulagem

Em Goioerê, uma reunião de orientação foi realizada  no mês de agosto com todos os produtores envolvidos na cadeia de hortifrutigranjeiros. Na oportunidade, o Instituto Emater, a Adapar e a Prefeitura Municipal através da Secretaria da Agricultura e Vigilância Sanitária, alertaram os produtores rurais sobre os prazos para início da rotulagem, e todas as informações obrigatórias que devem constar nos rótulos, que deve conter informações sobre o nome do produto, a procedência e a identificação do fornecedor, com CPF/CNPJ, Razão Social e Nome Fantasia. “São essas informações que garantirão a rastreabilidade de origem dos produtos hortícolas, desde a produção até chegar aos pontos de vendas ao consumidor”, comentou Silmara.

Ainda segundo ela, a rotulagem facilita a responsabilização dos produtores cujo alimento esteja fora dos padrões de qualidade estabelecidos pela Vigilância Sanitária. Sabendo de onde veio o produto irregular, pode-se autuar os responsáveis e evitar que aquele alimento prejudicial à saúde da população continue no mercado.

Atualmente, estima-se que 26% dos alimentos hortifrutigranjeiros vendidos ao consumidor apresentem níveis elevados de resíduos de agrotóxicos. Dependendo do tempo e do grau de exposição, essas substâncias tóxicas podem oferecer sérios riscos à saúde humana.

Fonte: Governo do estado do Paraná

PUBLICIDADE
© COPYRIGHT 2015 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Portal Goioerê