PUBLICIDADE
chiquinho
chiquinho

Pais montam guarda para evitar ocupação de alunos em colégio dos filhos

PUBLICADO DIA: 17/10/2016
POR: Portal Goioerê

colegio rondonApós quatro escolas serem ocupadas por estudantes da rede estadual de educação em protesto contra mudanças no ensino médio pelo governo federal, pais de alunos do Colégio Marechal Rondon decidiram agir para evitar que o estabelecimento de ensino também fosse alvo da manifestação. Em reunião entre Associação de Pais e Mestres, com a direção da escola, em comum acordo com a maioria dos estudantes, começou no final de semana uma vigília para evitar o acesso de alunos que queiram aderir ao movimento.

Durante a reunião na semana passada foi feita uma “Ata de ocupação pelos pais do Colégio Marechal Rondon” em que a diretora Rita de Cássia Catelli de Oliveira, que também preside o Conselho Escolar, informou que antes de ser tomada a decisão o Conselho ouviu estudantes dos três turnos, sendo que a maioria é contra a ocupação. “Eles querem ter o direito de estudar e de ir e vir ao colégio, conforme prevê o Regimento Escolar e os horários de aulas”, declara o documento

A vigília de pais acontece no saguão do colégio e em caso de qualquer tipo de perturbação de sossego a Patrulha Escolar, que tem a sede instalada no pátio do próprio colégio, deve ser acionada. Até o momento cinco escolas escolas permanecem ocupadas por estudantes em Campo Mourão: Dom Bosco, Ivone Castanharo, Unidade Pólo, Colégio Estadual e Darci Costa.

Na região, dos colégios jurisdicionados ao Núcleo de Educação de Campo Mourão, estão ocupados o General Carneiro (Roncador), Adaucto Rocha (Luiziana) João XXIII (Mamborê), Olavo Bilac (Peabiru), além da Princesa Isabel e 29 de Novembro, ambas de Araruna.

Tribuna do Interior

PUBLICIDADE
© COPYRIGHT 2015 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Portal Goioerê