PUBLICIDADE
chiquinho
chiquinho

Hacker invade sistema de prefeitura, ‘sequestra’ dados e pede dinheiro

PUBLICADO DIA: 19/06/2019
POR: Portal Goioerê
[ssba]

Um servidor tentou abrir o sistema e percebeu que havia sido bloqueado, havia uma mensagem na tela do computador com um e-mail para que fosse feito o contato
A prefeitura de Roncador, distante 94 quilômetros de Campo Mourão, registrou um boletim de ocorrência para denunciar que um hacker invadiu o banco de dados do setor de contabilidade ‘sequestrando’ informações públicas. O crime foi registrado na manhã desta quarta-feira (19). Um laudo técnico foi emitido pela empresa de TI que presta serviços de informática ao município.


Um vírus recebido via internet criptografou dados da contabilidade, deixando todo o sistema sem acesso. Segundo informações, um servidor tentou abrir o sistema pela manhã e percebeu que havia sido bloqueado. Havia uma mensagem na tela do computador com um e-mail para que fosse feito o contato. A técnica usada é conhecida como ransomware: um tipo de ‘sequestro’ de informações, no qual os criminosos exigem o pagamento em moedas virtuais (no caso, os Bitcoins) para liberar o acesso aos dados armazenados em computadores.
“Os servidores chamaram nosso técnico de informática para que atendesse o departamento porque não estavam conseguindo acessar os arquivos. Ao reiniciar o computador apareceu a mensagem com um endereço de e-mail para contato, possivelmente para combinar valores para devolver os dados”, ressaltou o procurador geral do município, Antonio Marcos Rosa. Ele disse que o Portal da Transparência do município também ficou fora do ar.
Rosa informou que todos os setores da prefeitura fazem backups quase que diariamente e que devido a isso seja possível que haja recuperação de parte dos dados ‘sequestrados’. “Não é um prejuízo tão grande assim, mas isso atrapalha”, falou. Esta não foi a primeira invasão ao sistema da prefeitura de Roncador. No último dia 10, hackers invadiram o servidor queimando placa mãe do computador central. O município já substituiu o equipamento. Sobre a invasão desta quarta, teve de ser feita a substituição do HD do computador que armazena os dados porque os arquivos ficaram bloqueados.
O procurador informou que o Ministério Público foi informado do ocorrido e que a Câmara Municipal e Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), também serão comunicados. A preocupação é que como alguns dados não foram recuperados, o setor não consiga encaminhar as informações de prestação de contas no prazo estabelecido ao Tribunal de Contas.

por Walter Pereira

PUBLICIDADE
© COPYRIGHT 2015 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Portal Goioerê