PUBLICIDADE
chiquinho
chiquinho

Filho matou mãe usando máscara de halloween

PUBLICADO DIA: 01/11/2019
POR: Portal Goioerê

A polícia deu mais detalhes do crime que chocou a cidade de Londrina na manhã desta quinta-feira (31).
Um adolescente de 15 anos, principal suspeito de ter assassinado a mãe e esfaqueado o pai, foi apreendido algumas horas após o crime com uma máscara de halloween e uma faca suja de sangue guardada em sua mochila.
O menor estuda no Colégio Estadual Machado de Assis e chegou a ir para a escola, mas foi embora antes do sinal para o início das aulas.

 

No apartamento onde o garoto morava com a mãe e o padrasto, a polícia encontrou o corpo de Shirley Bueno Silva, de 52 anos. Ela apresentava golpes de faca na barriga e teve as vísceras expostas, além de ferimentos no joelho e costas. Segundo as informações, o filho dela entrou no quarto onde a mãe dormia com o padrasto Agnaldo José da Rosa e iniciou o ataque usando uma faca de churrasco.
O padrasto tentou se defender e correu para a sala do apartamento da família, na Avenida das Américas, mas o garoto foi atrás e também o esfaqueou. Agnaldo está internado em estado crítico no Hospital do Coração no Jardim Bela Suiça, na Zona Sul. Ele recebeu golpes no tórax e abdômen, e também teve exposição de órgãos.

FRIEZA. Após o crime, o garoto foi visto deixando o imóvel como se nada tivesse acontecido, e foi para a escola. Uma vizinha relatou que ouviu a mãe do menino gritando por socorro e mencionando o nome do filho pedindo para ele parar.
Segundo a testemunha, o adolescente passava horas em jogos de internet, e costumava se irritar com isso, mencionando muitos palavrões. Mas mesmo essa característica rude dele, jamais pensavam do que o menor seria capaz.
Uma entrevista da irmã do adolescente, Lidia Mayara Silva, confirmou a informação da vizinha. Ela também disse que a família já havia procurado psicólogos para o garoto, e que ele era diferente das outras crianças: passa a maior parte do tempo jogando videogame e constantemente publicava coisas relacionadas a morte, dor e tristeza, nas redes sociais. (24 Horas)

PUBLICIDADE
© COPYRIGHT 2015 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Portal Goioerê